Skip to main content
Tempo máximo de leitura da página: 22 minutos

Quanto um corretor de imóveis ganha de comissão?

Ilustração Quanto um corretor de imóveis ganha de comissão?

Flexibilidade de horário, amplo mercado de trabalho e autonomia para decidir o melhor rumo a tomar são alguns dos grandes motivos pelos quais a carreira de corretor de imóveis atrai cada vez pessoas de todos os ramos e idades, mas o maior de todos, com certeza, é a expectativa de altos ganhos mensais. No entanto, apesar de não haver limites para o quanto um bom corretor de imóveis possa receber por mês, há muito mais mito do que realidade na maioria das projeções, principalmente entre quem está começando na área.

Assim como em qualquer outra profissão, o início não é fácil para ninguém e demanda muita dedicação e estudo para atender à clientela cada vez mais exigente e também para conseguir destaque entre a concorrência.

Além disso, é sempre bom lembrar que o corretor não trabalha com salários fixos, por isso a sua renda é variável de acordo com o seu empenho e o mercado, é claro. Mas afinal, quanto um corretor de imóveis ganha de comissão?

Comissões variam de acordo com o tipo de imóvel

De uma forma geral, de acordo com o CRECI-SP, a comissão média é de 6%, mas elas dependem do tipo de imóvel que está sendo vendido. De acordo com a tabela do Creci-SP, para a venda ela varia entre 6% e 8% para imóveis urbanos ou industriais, de 6%  a 10% para imóveis rurais, e é de 5% para venda judicial. Já para a locação de imóveis a comissão é correspondente ao valor de um aluguel, geralmente o primeiro, e, nos casos da locação por temporada com prazo de até 90 dias, ela equivale a 30% do valor recebido pelo locador.

Há comissões também para a administração e gerenciamento de imóveis, sendo de 8% a 10% sobre o aluguel e encargos recebidos nunca inferior a R$ 50,00, e de 5% a 10% para clientes cuja cartela imobiliária seja, comprovadamente, superior a R$ 100 mil por mês. Para a administração de condomínios, a comissão é de 5% a 10% sobre o valor arrecadado mensalmente pelo mesmo, tendo como piso R$ 850,00.

A tabela faz distinção também entre as comissões de imóveis novos e antigos. Na venda de empreendimentos imobiliários a comissão pode variar entre 4% e 6%, já se o imóvel for antigo essa comissão é fixada em 6%. A tabela também contempla outros casos previstos, como a autorização expressa para a procura de imóveis, intermediação de cotas de consórcio imobiliário e Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), pareceres e serviços prestados.

Faz diferença ser autônomo ou ter carteira assinada?

A princípio, o corretor de imóveis está enquadrado na categoria de autônomo, portanto, de acordo com as regras CLT, o que ele ganha não é considerado um salário – mas há casos em que o corretor tem a sua carteira assinada por uma imobiliária, recebendo um salário fixo além da sua comissão por cada venda intermediada e concretizada. Também nesse caso a comissão deve respeitar a tabela do CRECI, jamais ultrapassando os percentuais definidos pelo órgão regulador.

Tecimob - Site para corretor de imóveis e imobiliária

No entanto, é bom prestar atenção porque quando o corretor trabalha para uma imobiliária, essa mesma comissão pode ser dividida entre ele e a empresa – ficando abaixo do percentual definido de 6%, por exemplo. Isso acontece porque há a possibilidade de a transação envolver mais de um corretor, portanto a imobiliária é obrigada a repassar o pagamento da comissão a todos os envolvidos na negociação.

Planejamento e disciplina são essenciais

O mercado é amplo, as oportunidades são muitas e os ganhos são ilimitados, mas para saber aproveitar a oscilação econômica e compreender o momento certo de mudar de estratégia é preciso ficar atento – caso contrário, a quantidade de comissões pode não atingir o patamar desejado. Basta pegar como exemplo a venda de um imóvel de R$ 120 mil: com uma comissão de 6%, o corretor terá um ganho de R$ 7,2 mil. Se vender outro de R$ 250 mil, a sua parte será de R$ 15 mil.

Se todo mês o autônomo conseguir vender dois apartamentos nesses valores, esse será seu ganho mensal: R$ 22,2 mil. Nada mal, mas é bom lembrar que talvez nem todo mês ele consiga essas vendas – e em outros elas sejam ultrapassadas. Por isso é preciso planejamento.

O pulo do gato está justamente em multiplicar a comissão o máximo possível, sem deixar-se acomodar por um mercado aparentemente estável ou imaginar que as vendas cairão do céu. O profissional deve estar preparado para atuar em todas as frentes do mercado, como avaliação de imóveis, administração de aluguéis e condomínios, elaboração de contratos etc, de forma a diversificar seus ganhos e multiplicar suas comissões.

Dessa forma você alcança a tão sonhada autonomia e se estabelece no mercado criando diferenciais para a sua carreira.

Quer saber mais sobre a carreira de corretor de imóveis? Deixe aqui a sua dúvida e nós responderemos com outro post!

 

Deixe o seu comentário!

Comentários

Karine Dandolini

Supervisora de Marketing - Desenvolvedora das atividades do ramo. Executa processos e rotinas, visando o atendimento das necessidades da empresa, apostando também no marketing de relacionamento para com seus clientes.

Deixe um comentário

14 Comentários em "Quanto um corretor de imóveis ganha de comissão?"

avatar
Joice Santana
Visitante

Boa Tarde
Sou corretora e tenho uma imobiliária e pretendo alugar uma chácara o proprietário quer 350,00 na diária vcs sabem me responder qual a comissão ou melhor a porcentagem que retiro nesta transação de um final de semana ?
Atenciosamente
Joice.

Marcos Martins
Visitante

Olá, boa tarde.
Sou corretor. Estou vendendo um terreno. valor do terreno: R$ 300.000,00.
O vendedor me disse que minha comissão será o que eu conseguir a mais de 300.000.
Como eu posso colocar essa cláusula num contrato? Qual o termo para usar?
Atenciosamente
Marco

Roseane
Visitante

Ola boa tarde gostaria de saber aqui noRN quanto è a comissao de um.corretor com venda de imovel na planta? Obri

Mundos markes
Visitante

Um correto faz uma negociação para mim e ele está me cobrando 5 mil de comissão gostaria de saber se esse valor está justo ,meu apartamento e financiado pela caixa tem um saldo devedor de 50 mil e a transação foi de 40 mil ,o que ela está cobrando de comissão e justo ?????

davi
Visitante

Boa tarde, tenho uma imobiliária e gostaria de saber como fazer pagamento de comissão aos corretores quando se trata de aluguel? ou seja qual o percentual devo pagar ao captador? ou ao corretor responsável pelo cliente interessado em aluguel? obrigado!

Elaine
Visitante

Olá, bom dia! Quando no contrato o valor do aluguel incluir aluguel, condomínio e iptu, o correto deverá receber de comissão apenas o aluguel ou o somatório dos 3?

Junior Silveira
Visitante

Olá, estou começando nesse ramo, comecei faz uns dias, é um caminho de pedras, mas com informação e esse suporte de conhecimento que este blog tem, chegarei forte. Obrigado.

Diego Azevedo
Visitante

Gostaria de saber quanto se paga de comissao a um corretor na venda de um terreno !?

Alessandra C.
Visitante

Terreno é um imóvel – a diferença estará entre ser urbano, industrial ou rural. Com isso quero dizer que, se for terreno urbano, incidirão os mesmos 06% ( em média ) da venda de um imóvel construido.

M Dutra
Visitante

Tenho a mesma dúvida da Rose, gostaria de saber quanto e como se paga a um corretor que indica um cliente para fazer uma parceria em caso de loteamento, ou seja parceria entre o dono da terra e o empreendedor.

Jayme Mendonça De Abreu
Visitante
Me desculpe, tinha copiado para ler e sem querer foi enviada. Desconsidera a primeira mensagem. A mensagem que eu fui enviar e essa a segunda. Obrigado e me desculpe. Fui vender uma área rural de 22mil m2, estou tendo dor de cabeça!!!. A localidade em que moramos e pequena, Eu e o corretor que tambem é advogado, palavreamos e ajustamos a sua comissão em 5%, devido eu ter abaixado em 25% o valor do meu imóvel. Sendo assim, eu coloquei também por vários dias onerosos anúncios em um dos maiores jornais do pais, no telefone da sua corretagem.. Ai vem… Leia mais »
Jayme Mendonça De Abreu
Visitante
Resumo: O corretor de imóvel não pode cobrar comissão do comprador, ou do vendedor, se qualquer destes desiste do negócio depois de assinada a “proposta de compra” ou da “opção de venda” e antes de assinada a promessa de compra e venda. Texto enviado ao JurisWay em 25/11/2006. Indique este texto a seus amigos indique esta página a um amigo Quer disponibilizar seu artigo no JurisWay? Saiba como… É fato corriqueiro a cobrança de comissões por intermediação de bens imóveis quando a negociação não tenha se efetivado por desistência do pretenso comprador que assinou uma proposta de compra, ou do… Leia mais »
wpDiscuz
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE