[Vídeo] Entenda a influência da SELIC no trabalho do corretor de imóveis

A taxa SELIC (Sistema Especial de Liquidação e de Custódia) foi criada em 1979, do qual é um índice pelo qual as taxas de juros cobradas pelos bancos no Brasil se balizam. A taxa é uma ferramenta de política monetária utilizada pelo Banco Central do Brasil para atingir a meta das taxas de juros estabelecida pelo Comitê de Política Monetária (Copom).

A taxa overnight do SELIC é a taxa média ponderada pelo volume das operações de financiamento por um dia, lastreadas em títulos públicos federais e realizadas no SELIC, na forma de operações compromissadas. A taxa é expressa de forma anual.

A taxa SELIC no mercado imobiliário

E como ela é utilizada no mercado imobiliário? Simples, no vídeo abaixo eu explico tudo para você de maneira simples e direta, confira:

Gostou do vídeo? Deixe um comentário e não deixe de curtir e compartilhar esse conteúdo com seus colegas corretores! Visite nosso canal do Youtube e confira ainda mais conteúdo rico para você do mercado imobiliário.

A SELIC opera basicamente com títulos emitidos pelo Banco Central e Tesouro Nacional, classificados como de risco zero. Admite-se que é bem difícil que o Governo não pague nos respectivos vencimentos os juros e principal devidos pela colocação dos títulos, que são, por isso, classificados como ativos sem risco no mercado financeiro.

A taxa SELIC é a média de juros que o governo brasileiro paga por empréstimos tomados dos bancos. Quando a SELIC aumenta, os bancos preferem emprestar ao governo, porque paga bem. Já quando a SELIC cai, os bancos são "empurrados" para emprestar dinheiro ao consumidor e conseguir um lucro maior. Assim, quanto maior, mais "caro" fica o crédito que os bancos oferecem aos consumidores, já que há menos dinheiro disponível. É a SELIC que dá a medida das outras taxas de juros usadas no país: do cheque especial, do crediário, dos cartões de crédito, da poupança. É a partir dela que os bancos calculam quanto cobrarão de juros para conceder um [empréstimo. Quanto menor a taxa, mais "barato" fica para o consumidor fazer um empréstimo ou comprar a prazo. Como a taxa também influencia os juros que os bancos pagam quando emprestam dinheiro de alguém, o consumidor também pode ganhar com isso. Em geral, quanto maior a SELIC, maior o rendimento das aplicações de renda fixa, como poupança e CDBs.

Todas as negociações interbancárias realizadas no Brasil, com prazo de um dia útil (overnight), envolvendo títulos públicos federais, são registradas nos computadores do DEMAB, cuja sede fica no Rio de Janeiro, e que faz parte do Banco Central do Brasil. Depois do fechamento do mercado, o DEMAB calcula a taxa média ponderada pelo volume dos negócios realizados naquele dia. Esta será a taxa média Selic daquele dia, que normalmente é publicada por volta das 20h00 do próprio dia.

Abaixo você confere uma tabela com a variação dos últimos seis meses:

Taxa de variação selic

Ficou claro? Espero que sim! Se você ficou com alguma dúvida, comente nesse vídeo e não esqueça de conhecer o canal da Tecimob no Youtube. Um grande abraço e até a próxima.