Imagem do Header da Postagem

Dúvidas Sobre os Leilões de Imóveis? Saiba Tudo Sobre!

Os leilões de imóveis estão relacionados à venda dos bens a um público interessado, onde o leiloeiro estipula o seu valor mínimo para a aquisição. Dentro do mercado imobiliário, existe a modalidade online e a de leilão judicial de imóveis.

Reunimos as informações mais importantes para quem ainda tem dúvidas sobre essa forma de venda de imóvel. Confira!

Principais dúvidas sobre leilões de imóveis

O leilão de imóveis é uma prática que não envolve grandes negociações. Acontece por meio de disputa onde qualquer pessoa pode participar dando lances a quem está oferecendo a propriedade.

Confira as principais dúvidas sobre essa modalidade de leilão. As respostas vão te ajudar a entender melhor esse tipo de venda!

Quais os tipos de leilões de imóveis?

Existem dois tipos de leilões de imóveis: os judiciais e os extrajudiciais.

O leilão judicial é uma ação feita pela própria justiça em algum processo que se encontra em execução, ou seja, a decisão de leiloar já foi feita por um juiz que tirou o imóvel do proprietário.

Esse tipo de leilão deve ser feito necessariamente de forma presencial. O comprador tem mais tranquilidade, já que todo o processo é acompanhado de perto pela justiça.

Já a segunda opção, no leilão extrajudicial, é realizado por bancos e instituições financeiras. Nesses casos, o imóvel foi dado como uma garantia em um contrato que acabou não sendo cumprido, logo, o proprietário perde o bem.

Quem acaba adquirindo um imóvel pelo leilão extrajudicial pode levar mais tempo para realmente tê-lo, isso porque é necessário esperar a regularização ser realizada completamente.

Quem pode participar de um leilão de imóvel?

Qualquer pessoa física ou jurídica está apta para participar deste tipo de leilão. É obrigatório ser maior de idade e legalmente responsável pela administração e organização de seus bens.

Os únicos indivíduos que não devem participar são aqueles citados no Art. 690-A do Código de Processo Civil, sendo eles:

  • juízes;
  • membros do Ministério Público;
  • testamenteiros.

Como funciona a avaliação de um imóvel para leilão?

Os leilões são divididos em duas etapas, sendo elas:

  • na primeira, lances inferiores ao valor mínimo da avaliação do imóvel não são aceitos. Então se o imóvel é avaliado em R$200 mil e os lances chegam apenas até R$180mil, eles não são aceitos;
  • a segunda fase acontece quando o valor mínimo de lance é menor do que a avaliação do bem em si. Por exemplo, neste caso o valor de avaliação do imóvel passa a ser R$180 mil e os lances só serão aceitos a partir disso;
  • por fim, a melhor oferta feita arremata o bem.

Portanto, a avaliação é uma parte crucial do processo para entender quanto vale aquele bem leiloado.

Um perito judicial ou um oficial de justiça fica responsável por fazer essa avaliação do imóvel e a criação do laudo.

Nela, são avaliadas informações e alguns itens que influenciam a valorização do imóvel como:

  • localização – imóveis que ficam próximos a comércios, serviços, padarias, shopping, cinemas e bancos costumam ser mais valorizados por conta da facilidade de acesso. Logo, é realizada uma vistoria ao redor do imóvel para identificar se este é o caso;
  • infraestrutura – compara-se o ímovel com os outros que estão ao seu redor. Os imóveis localizados em áreas bem pavimentadas e com melhor saneamento garantem maior valorização;
  • valor comparado aos imóveis ao redor – também é realizada uma pesquisa pelos peritos com um comparativo de valores entre os imóveis que se encontram próximos ao que está sendo avaliado;
  • estrutura do imóvel – essa avaliação é realizada no imóvel que será leiloado, investigando se há algum item que pode fazer a valorização ser menor do que a que é esperada. Por exemplo, se há infiltrações, rachaduras, etc. É importante que um engenheiro acompanhe essa avaliação, pois ele consegue identificar essas falhas com mais facilidade e clareza.

Agora que você já sabe as principais informações sobre o assunto, lembre-se de reler este artigo e indicá-lo para pessoas que estão querendo saber mais sobre leilões de imóveis!

Deixe nos comentários se ainda restou alguma dúvida sobre essa modalidade.