Imagem do Header da Postagem

IGP-M: Saiba como funciona o Índice Geral de Preços do Mercado

O mercado imobiliário, assim como grande parte de todos os mercados brasileiros, é extremamente burocrático, por isso que aprender sobre suas principais características e índices não é uma tarefa fácil.

Provavelmente você, corretor de imóveis, já ouviu falar sobre a sigla IGP-M, mas dificilmente compreende de verdade o seu conceito e qual sua influência sobre o preço de um aluguel ou de uma propriedade. Por isso, hoje trouxemos um artigo especial sobre IGP-M que auxiliará o seu entendimento.

O que é IGP-M?

O IGP-M é um indicador importantíssimo para a nossa economia e para variados setores, como o imobiliário. A sigla significa Índice Geral de Preços do Mercado, e é calculada mensalmente pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Ao final de cada mês é divulgado o resultado e o mercado baseia-se nele para a tomada de decisões.

O cálculo é feito levando em conta uma série de variáveis, que vão desde matérias-primas agrícolas até produtos consumidos pelo consumidor final. Esse índice é usado como base para, por exemplo, reajustar o valor da energia elétrica e dos contratos de aluguéis de imóveis.

Quando utilizamos o IGP-M para reajustar os valores das tarifas de locação, a base utilizada é o IGP-M acumulado de um ano inteiro, e não somente o cálculo mensal. Já nas transações de vendas o Índice só entra na correção das parcelas referentes às unidades prontas ou às parcelas que forem cobradas depois da finalização de uma construção.

Tecimob - Site para corretor de imóveis e imobiliária

Como funciona o IGP-M?

O cálculo deste indicador considera diversas variáveis menores, das quais a IPA-M, Índice de Preços por Atacado - Mercado, é a principal. O IPC-M também entra na equação com uma participação um pouco menor. O período de cálculo é feito do dia 21 de um mês até o dia 20 do mês seguinte. O indicador também leva em consideração a inflação do país.

O que é IGP-M acumulado?

O IGP-M acumulado nada mais é do que a soma dos valores do Índice nos últimos 12 meses anteriores. Ele é utilizado para guiar os indicadores dos contratos de aluguel na data estipulada pelo contrato. Vale ressaltar que o IGP-M pode ou não ser usado para o reajuste, fica a critério do proprietária e da imobiliária que estão na negociação do aluguel.

IGP-M 2018

Até setembro de 2019 a média das previsões do mercado financeiro para o IGP-M foi de alta de 7,10% para avanço de 7,20%. O Índice Geral de Preços do Mercado são bastante afetados pelo desempenho do câmbio e pelos produtos de atacado, em especial os agrícolas.

Previsão do IGP-M para 2019

De acordo com o Boletim Focus, os principais economistas em atuação no país melhoraram suas projeções sobre o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) e a Taxa de Crescimento dos Preços Administrados. Segundo os economistas o IGP-M para 2019 caiu de 4,48% para 4,44%.

E aí, entendeu o que é IGP-M, ou ficou alguma dúvida? Tem algum outro ponto sobre o mercado imobiliário econômico do país que você quer saber? Deixe o seu comentário, que vamos ajudá-lo!