Skip to main content
Venda de imóvel financiado: 3 cuidados ao realizá-la

Venda de imóvel financiado: 3 cuidados ao realizá-la

A venda de imóvel financiado é mais comum do que muita gente imagina. Afinal de contas, o planejamento do proprietário pode seguir por outra direção, dificultando a quitação do bem.

E, aí, entra a figura do corretor imobiliário para costurar a melhor solução para o vendedor e os prováveis interessados. Para tanto, alguns pontos devem ser considerados para a sua realização. Tudo para que existam garantias que ofereçam segurança para ambas as partes.

Para ajudar, neste post vamos avaliar como realizar a venda de imóvel financiado, focando em 3 cuidados ao realizá-la. Confira!

1. Atenção ao procedimento para pagamentos à vista

Quando o comprador oferece pagamento à vista — ou parcelado sem a intermediação de instituições — é importante que o valor seja usado pelo vendedor para quitar o financiamento.

Assim, efetuar a venda de imóvel financiado é uma atividade que deve passar pela instituição contratada. O vendedor deve saber o seu saldo devedor para a emissão de um boleto.

Só quando o valor estiver saldado é que o proprietário terá plenos direitos sobre o imóvel, para que a escritura de compra e venda seja atualizada.

Atenção: neste caso, o vendedor deve estar ciente do valor que terá direito nessa transação. Afinal de contas, a quantia será determinada pelo saldo devedor de seu financiamento.

2. Como é o procedimento por meio de financiamento

Só em 2016, foram quase 200 mil financiamentos realizados. Isso mostra a popularidade dessa modalidade de pagamento.

Acontece que é comum as instituições trabalharem com novas regras constantemente. E isso pode confundir o corretor imobiliário, bem como os vendedores e compradores.

Dessa maneira, o passo a passo para executar a transação consiste em:

  • solicitar ao financiador a apuração do débito pendente, com juros e correções;
  • firmar um novo contrato de compra e venda, agora entre o vendedor, o comprador e a instituição financeira;
  • avaliar o quanto será usado, do pagamento, para a quitação do financiamento anterior;
  • assinar o contrato firmado para o registro no Cartório de Imóveis;
  • observar se a transferência do valor que cabe ao vendedor foi efetuada.

Importante observar que, caso o imóvel tenha sido financiado, o vendedor terá direito somente à diferença restante sobre a quitação de sua dívida.

3. Cuidado com a inadimplência do vendedor

Todos estão em busca do melhor bairro para comprar um imóvel, e isso faz com que muitos proprietários enfrentem dificuldades com as parcelas do financiamento.

Consequentemente, a venda de imóvel financiado se faz necessária — especialmente, quando a inadimplência do atual vendedor se acumula por meses.

Aqui, o corretor imobiliário deve se informar a respeito das condições referentes à situação. Tudo para evitar que o imóvel entre em leilão, por exemplo, durante uma negociação.

Uma solução é instruir o vendedor a usar o seu FGTS para quitar as parcelas em atraso — solicitação que pode ser atendida por meio de uma autorização judicial. Além disso, uma renegociação de venda também ajuda a colocar a negociação em movimento.

É bom ter em mente, também, que a venda de imóvel financiado e inadimplente é possível. Só que a participação de um advogado especialista no mercado imobiliário se faz necessária, ajudando a tornar o negócio viável e livre de imprevistos.

E você, já teve experiência na venda de imóvel financiado? Compartilhe esse momento conosco, no campo de comentários deste post!

 

Deixe o seu comentário!

Comentários

Lar Imóveis

Há mais de 35 anos no mercado imobiliário mineiro, a LAR IMÓVEIS oferece soluções inovadoras de compra, venda e locação de imóveis, focando sempre no melhor atendimento ao cliente e em um relacionamento de credibilidade e confiança mútua.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE