Até quando você vai ocultar a localização nos seus anúncios imobiliários?

A publicação do endereço do imóvel sempre foi um grande tabu no mercado imobiliário brasileiro. Como a exclusividade nas transações imobiliárias ainda é uma realidade distante em boa parte do país, a maioria das empresas e profissionais possui grande receio de indicar a localização do imóvel. Muitos não querem nem ouvir falar do tema!

Mas até que ponto o anunciante está protegido ao ocultar o endereço

  • Corretores experientes conhecem os imóveis de sua região;
  • É comum que um "enviado" visite o imóvel, por exemplo um parente ou amigo;
  • Qualquer pessoa que vê a placa pode tentar contatar o proprietário diretamente.

É importante que os profissionais pensem o quanto estão perdendo ao não publicar o endereço na internet. O risco de perder uma venda sempre existirá quando não houver exclusividade, mas o risco de perder novas oportunidades de negócios é muito maior. A internet não pode ser considerada culpada se existe uma relação de desconfiança com o proprietário, esse é um problema a ser tratado separadamente.

Tecimob - Site para corretor de imóveis e imobiliária

Conheço diversos casos de sucesso de imobiliárias que multiplicaram suas vendas ao publicar o endereço dos imóveis na internet. Essas empresas utilizam diversas ferramentas de localização para atrair mais clientes:

  • O trio Google Maps, Earth e Street View facilita a busca e atrai a atenção dos compradores;
  • Nos portais imobiliários cada vez mais priorizam os anúncios que possuem localização
  • Publicação na versão móvel do site e nos aplicativos de smartphones, para buscas por proximidade;
  • Divulgação do imóvel nas buscas por proximidade através de aplicativos.

Hoje, a maioria dos sites imobiliários já recebem a maior parte do seu tráfego originário de plataforma mobile, o que já é um indicativo enorme e que o possível cliente tenha interesse na localização como parte da experiência de busca pelo seu novo lar. Para os profissionais que ainda assim não querem divulgar a localização exata, recomendo fortemente a utilização do CEP do imóvel, que é a informação mínima para indicar ao usuário a sua região aproximada. Mesmo que o CEP não apareça no anúncio, ele é usado para indicar uma região no mapa e permitir buscas em smartphones. A localização é a característica mais importante para a maioria dos compradores. Quantos novos clientes podemos atrair ao oferecer uma boa experiência de busca? Você já utiliza a localização em seus anúncios imobiliários?  Ou isso é um tabu intransponível no mercado brasileiro? Conte para nós aqui nos comentário. Abraços e até a próxima.