Skip to main content
Tempo máximo de leitura da página: 22 minutos

Aposentadoria para corretores de imóveis

Aposentadoria para corretores de imóveis

A aposentadoria pode trazer certas incertezas quando se é um profissional autônomo, grupo que inclui, obviamente, os corretores de imóveis. Se já é difícil para uma pessoa empregada montar um bom plano de aposentadoria, imagine para um profissional que passa por tantas incertezas no âmbito de trabalho? Afinal, estes profissionais precisam correr atrás da sua remuneração mensal, sabendo que ela pode variar conforme as vendas de imóveis realizadas no mês.

Além de ser difícil saber quanto o corretor de imóveis receberá como valor mensal da aposentadoria, em muitas ocasiões tampouco consegue se determinar quando ele poderá encerrar a carreira e entrar na aposentadoria.

Tecimob - Site para corretor de imóveis e imobiliária

Plano de aposentadoria: como fazer

Um bom planejamento exige conhecimento sobre a sua carreira, isto é, a necessidade de saber quantos anos você precisará trabalhar até a aposentadoria chegar, quanto você recebe por mês e quanto você poderá economizar para o seu futuro.

Embora o corretor de imóveis não tenha uma remuneração mensal pré-estipulada, ele pode tirar uma média. Vamos pensar no seguinte: o profissional fez uma venda de 12 mil reais em um determinado mês e passou os outros dois sem vender nada. Logo, a média é de 4 mil reais mensais (12000 mil/3 meses). Destes 4 mil mensais, o ideal é que o profissional poupe uma pequena parcela na poupança ou invista em algum fundo de investimento.

O tempo de trabalho varia de acordo com o profissional e suas preferências. Por exemplo: tem gente que prefere trabalhar mais tempo agora para levar uma vida mais tranquila no futuro, mas também existem pessoas que optam por uma rotina menos agitada agora em troca de uma qualidade de vida melhor no presente. Enfim, a duração da carreira varia conforme a personalidade e os planos de vida de cada pessoa.

Mas algo que precisa ser considerado é a persistência e disciplina. Algo comum é encontrar profissionais liberais que ficam entusiasmados com a ideia de planejar o futuro e começam a poupar por alguns meses, no entanto, acabam desistindo pouco tempo depois. Esta atitude não é conveniente já que é preciso ser persistente e disciplinado ao ponto de mensalmente depositar ou investir uma quantia considerável. Pense no seguinte: para não desistir tão facilmente assim que receber um valor de comissão, separe uma parte e coloque-a imediatamente no fundo de aposentadoria, de modo a impossibilitar você de mexer neste valor.

Você provavelmente deve estar se perguntando o que fazer em caso de uma emergência, se você deve usar ou não a quantia investida ou poupada até o momento. A resposta mais coerente seria manter uma reserva de dinheiro em caso de necessidade, principalmente para os meses que não recebeu nada de comissão. Assim, você não prejudica sua aposentadoria e ainda por cima consegue contornar a situação.

 

Mas afinal, onde aplicar?

Uma boa parte das pessoas acaba optando pela poupança, visto que é a forma mais segura de guardar dinheiro. No entanto, existem várias outras opções para quem está atrás de uma alternativa que assegure o seu futuro. Uma destas opções é a previdência privada, cujos planos requerem um depósito mensal. Além disso, a partir de uma determinada idade você passa a ter direito a um salário mensal que cairá direto na sua conta. Mas sempre fique atento ao que se refere aos impostos e taxas. Lembre-se que quanto antes você pensar na sua aposentadoria, mais dinheiro você acumulará. A lógica é simples, não? Basta vontade e planejamento.

Gostou do artigo? Conte-nos o que achou nos comentários abaixo!

 

Deixe o seu comentário!

Comentários

Patrícia Alves

Customer Success - Trabalha para que o cliente utilize o produto ou serviço da maneira correta para alcançar seus objetivos, focando no, como o nome já diz, sucesso do seu cliente.

Deixe um comentário

1 Comentário em "Aposentadoria para corretores de imóveis"

avatar
Marinava
Visitante

Não Cho que seja justo o corretor pagar anuidade altíssima e não contar nada na hora da aposentadoria, apesar de ser autônomo, nem sempre efetue vendas para pagar o inss.

wpDiscuz
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE