Skip to main content
Tempo máximo de leitura da página: 22 minutos

A crise econômica e o planejamento financeiro de um corretor

A crise econômica e o planejamento financeiro de um corretor

A grande maioria dos corretores de imóveis tem seus ganhos provenientes exclusivamente das comissões recebidas pelas negociações de venda ou aluguel de imóveis. A crise econômica vivida pelo Brasil fez, porém, com que o volume destas negociações caísse no mercado imobiliário, bem como o número de projetos empreendidos por grandes construtoras, de forma que mesmo profissionais extremamente competentes vêm lidando com a diminuição da demanda no setor e o impacto destas em suas finanças. Para contornar a situação, a palavra de ordem é planejamento. Confira algumas dicas para planejar suas finanças em tempos de crise.

Definição dos gastos

Saber exatamente quanto dinheiro entra e sai por mês da sua conta bancária é fundamental para um planejamento financeiro eficiente. Para tal, o primeiro passo é definir os custos mensais fixos, ou seja, quanto é gasto com contas relacionadas à moradia, alimentação, plano de saúde, etc. Procure listar estes custos com o maior detalhamento possíveis, não deixando passarem pequenos gastos cotidianos, que acabam por impactar o orçamento e prejudicar o andamento das contas. Neste primeiro cálculo, defina valores como o aluguel, os gastos mensais com compras, plano de saúde, escola, etc. A partir dos custos fixos é possível definir com mais clareza o destino do dinheiro recebido com as comissões, e planejar possíveis investimentos.

Tecimob - Site para corretor de imóveis e imobiliária

Fontes de renda alternativas

A partir do momento em que os valores de entrada são proporcionais aos custos fixos mensais, é possível ao corretor planejar os investimentos que deseja realizar com seus ganhos. Investimentos são uma ótima fonte de renda alternativa, e podem ser realizados de várias formas. A poupança costuma, por exemplo, ser utilizada para a criação de uma reserva, mas existem outras opções mais recomendadas. Os conhecimentos sobre o mercado imobiliário podem contribuir também para que o corretor realize investimentos, seja em propriedades para aluguel ou mesmo na compra de imóveis, apostando em uma valorização.

Economia diária

A crise econômica vem, de forma geral, afetando as finanças dos brasileiros com o aumento nos valores das contas e impostos. Assim, as tentativas de economizar fazem parte da vida cotidiana, e dependem, em sua maioria, de pequenas atitudes diárias. Procure estar atento ao desperdício de água e energia elétrica em sua residência, adotando medidas simples como reduzir o tempo de banho, acumular roupas para lavar todas juntas, apagar as luzes dos ambientes, etc. Além disso, é importante comparar os preços dos produtos consumidos, comprar somente aqueles realmente necessários, e analisar as formas de pagamento, procurando pagar à vista com desconto, quando possível.

 

Ao receber uma comissão elevada, muitos corretores de imóveis realizam gastos não planejados, acreditando que o cenário deve se repetir no próximo mês. Apesar de estas comissões apresentarem valores que muitos trabalhadores levam meses ou anos para conseguir, é importante que o corretor planeje com cautela a forma como será gasto este valor, principalmente em tempos de crise econômica, evitando a ilusão de que tornará a recebê-lo em um curto período de tempo.

E você, corretor, como vem lidando com a crise e planejando suas finanças? Compartilhe suas experiências conosco nos comentários!

 

Deixe o seu comentário!

Comentários

Agente Tecimob

Tecimob é uma plataforma online de gerenciamento de sites e um CRM para corretores e imobiliárias. Foi criada no intuito de ajudar corretores que estão entrando no mercado a poderem se firmar e se autoavaliarem na carreira.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE