Skip to main content
A importância do cartão de visita para corretores

A importância do cartão de visita para corretores

A captação de clientes é uma das maiores preocupações de qualquer corretor de imóveis, por isso é preciso apostar nos mais variados meios para aumentar seu networking. No entanto, em meio a tanta tecnologia, muita gente tem deixado para trás uma das formas mais tradicionais – e mais eficientes, acredite – de divulgar o seu trabalho e se fazer lembrar: o velho e bom cartão de visita. Ele é tão importante que vale a pena investir em um layout diferenciado, com uma comunicação visual que passe a essência do profissional. Afinal, ele será a sua apresentação e, além de todas as informações de contato, deve também ter o seu estilo.

Para quem pensa que o cartão de visitas é um meio ultrapassado de apresentação, é bom saber que em alguns países orientais ele é tão valorizado que é recebido com ambas as mãos em sinal de deferência.  Na verdade, ele é o primeiro passo para um relacionamento profissional que pode ser proveitoso para ambas as partes, uma forma inicial elegante de fazer contato sem ser invasivo. Como a primeira impressão é a que fica, é sempre bom tomar alguns cuidados na hora de escolher seu cartão de visitas.

Atenção ao layout

Mesmo o corretor autônomo pode ter um logo, o que é bastante interessante para fixar a sua marca no mercado. Ela pode ser as iniciais do seu nome ou uma representação gráfica da sua atividade. Procure também associar as cores ao seu estilo de trabalho e à mensagem que você quer passar.

Tecimob - Site para corretor de imóveis e imobiliária

De acordo com o Feng Shui, a técnica milenar oriental que estuda as cores e a sua influência sobre as pessoas, as melhores cores para o corretor de imóveis são o branco, que é a cor do discurso claro; os tons de vermelho, que estimulam o raciocínio; e os tons de rosa, que favorecem a negociação entre vendedor e comprador. Mas é claro que você é livre para escolher as cores que quiser, apenas use-as com parcimônia.

Procure fazer um cartão de visitas limpo, sem muitos elementos gráficos para não deixá-lo visualmente cansativo ou confuso. Escolha um layout personalizado para que ele tenha destaque entre outros cartões e seja encontrado facilmente quando o cliente precisar de um corretor, mas procure um equilíbrio: nada de cartões muito exuberantes e chamativos em excesso. Dê preferência a fundos claros ou base neutra para a logo. Escolha uma fonte fácil de ser entendida, com um corpo possível de ser lido sem óculos pela maioria das pessoas.

Procure material de qualidade

O cartão de visita é um material promocional da sua profissão, ele representa a sua marca e deve ser produzido com cuidado. Deve ser feito em uma gráfica com excelente impressão, em papel de qualidade. Antes de fazer a encomenda, peça uma prova e só mande rodar o restante se realmente gostar do resultado. Não faça impressões caseiras: você não precisa pagar uma fortuna pelo cartão de visita, há muitas gráficas excelentes que aceitam encomendas online por preços bastante razoáveis.

Coloque as informações necessárias

Algumas informações são essenciais no cartão de visitas: seu nome, profissão ou cargo, nome da empresa se houver, telefones (fixo e cel), e-mail, página no Facebook, site, Whatsapp e Creci. Você não precisa lotar o cartão com informações, mas os principais meios de contato são indispensáveis. Se você tiver uma empresa com endereço físico, ele pode ser colocado também. E chega, mais do que isso pode ser um tiro no pé e acabar criando uma verdadeira confusão visual. Não esqueça de manter todas estas informações atualizadas, ou seja, a qualquer mudança deve ser confeccionado um novo cartão de visita, porque não tem nada mais deselegante do que um cartão rasurado.

Como entregar

A vida do corretor de imóveis é sempre cheia de estratégias, inclusive na hora de entregar o cartão de visitas. Ele deve andar sempre consigo, porque você nunca sabe quando uma boa oportunidade vai surgir – mas nada de chegar na piscina do condomínio entregando cartão a todo mundo. Reserve-o para ocasiões específicas e outras espontâneas, como um novo conhecido que pergunta sobre a sua atividade, uma conversa sobre imóveis no clube ou alguma ocasião naturalmente favorável.

Nessas horas ele deve ser entregue sem ansiedade, sempre virado de frente para quem o recebe, facilitando a sua leitura. Houve um tempo em que se usava dobrar a pontinha, mas o hábito já caiu em desuso há muito tempo. Em uma reunião de negócio ou networking, entregue-o logo no início da apresentação, antes de iniciar a conversa. Se o encontro for informal, no entanto, o elegante é trocar cartões na saída. Para que ele esteja sempre limpinho e sem amassados, carregue-os em um porta-cartão de couro ou aço inox.

Tenha sempre um cartão de visita com você, porque o profissional que não o tem pode ter a sua credibilidade afetada, passando a imagem de desleixo ou pouco profissionalismo.

Gostou do conteúdo? Quer mais dicas de comportamento? Deixe sua dúvida aqui nos comentários e nós responderemos com outro post!

 

Deixe o seu comentário!

Comentários

Karine Dandolini

Supervisora de Marketing - Desenvolvedora das atividades do ramo. Executa processos e rotinas, visando o atendimento das necessidades da empresa, apostando também no marketing de relacionamento para com seus clientes.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE