Skip to main content
7 dicas de e-mail marketing para corretores (a 4 é a mais importante)

7 dicas de e-mail marketing para corretores (a 4 é a mais importante)

Você já tem tudo planejado e está pronto para colocar sua estratégia de e-mail marketing em cena, mas quando finalmente ela é lançada os resultados são decepcionantes? É, corretor de imóveis, isso acontece, e com bastante frequência. Não que o modelo não funcione, você é que provavelmente está cometendo alguns errinhos bastante compreensíveis, mas nem por isso menos prejudiciais.

Basta você prestar atenção a alguns pequenos truques para reverter essa situação e em pouco tempo estará tendo uma boa taxa de retorno. Separamos a seguir as melhores práticas no envio de e-mail marketing para a divulgação de seus imóveis.

Tecimob - Site para corretor de imóveis e imobiliária

1. Defina seu público-alvo

Antes de mais nada, você deve saber para quem irá escrever. Quem é seu público-alvo? Qual o nível de escolaridade, seus principais interesses, faixa etária, sexo? Defina o perfil da persona para cada texto de forma a utilizar uma linguagem que seja compatível com ela – e conteúdo também, é claro.

2. Seja pessoal

A humanização é uma grande tendência mundial em todas as áreas, e no mercado imobiliário não é diferente. Portanto, procure criar ou estreitar uma relação interpessoal, usando o seu nome de corretor de imóveis em vez do nome da imobiliária. Claro que o nome da imobiliária deve aparecer, mas ela pode entrar no logo ou abaixo da sua assinatura, por exemplo. Pessoas gostam de conversar com pessoas, não com empresas.

3. Cuide da comunicação visual

Um e-mail marketing não precisa ser igual a uma carta ou comunicado, muito pelo contrário, ele pode trazer diversos elementos visuais que potencializam a mensagem que você quer passar. Fotos, animações, desenhos, logos, quadros e balões, por exemplo, podem ser usados para chamara a atenção do leitor e tornar o texto mais leve e interessante. Mas cuidado para não “sujar” o e-mail, criando ruídos na sua mensagem. Elementos gráficos em excesso, letras piscando e um festival de cores sem planejamento podem se tornar um verdadeiro tiro no pé, tornando o e-mail cansativo ou desviando a atenção do leitor. Use o bom senso e procure se ater às cores da sua marca e suas variações.

4. Escreva um título irresistível

Não é só porque você enviou o e-mail que ele será aberto, não é mesmo? Quantos e-mails são deletados da caixa de entrada sem que o leitor sequer veja o seu conteúdo? Se o seu e-mail não for aberto, todo tempo gasto com o planejamento com um conteúdo de qualidade para o e-mail vai por água abaixo. Então procure usar elementos no campo assunto que favoreçam a taxa de abertura: use o que chamam em marketing de Call to Action (literalmente, chamada para ação), que são termos como “veja agora”, “você sabia”, “não perca tempo”. Vale também refrescar a memória do cliente sobre alguma combinação, com frases como “conforme solicitado…”. Antes de enviar, escreva quantos títulos lhe vierem à mente e selecione o melhor. (Não esqueça de escrever um título que resuma o que o leitor encontrará no e-mail. Nada de divulgar uma coisa e entregar outra.)

5. Produza conteúdo interessante

Você não quer que o destinatário abra seu e-mail e quando vir o que está lá dentro delete-o sem titubear. Então não escreva qualquer coisa só por escrever. Produza conteúdos que sejam relacionados ao mercado imobiliário: conteúdos interessantes, relevantes, atuais e originais. Esses quatro fatores são essenciais para que o seu futuro cliente leia seu e-mail até o fim. Escolha temas que estão em voga, mas fuja de polêmicas e do óbvio, porque ninguém vai querer ler o que já sabe.

Monte uma estratégia de e-mail marketing que seja 20% relacionada a vendas e 80% relacionada a conteúdos sobre o mercado imobiliário (vale de economia à decoração, passando por paisagismo e segurança nos imóveis). Outra dica é oferecer alguma coisa em troca, como e-books, por exemplo.

6. Cuidado com os erros de português

Sejam do tamanho que forem, todos os textos devem ser muito bem escritos, sem erros de português. Nem sempre as aulas da escola são suficientes, é verdade, então se você tem dúvidas sobre o seu conhecimento em português, aí vão duas dicas: faça um cursinho online, há vários com preços bem acessíveis que permitem que você estude a hora que quiser. Ou então contrate peça para alguém escrever para você, de preferência um profissional de marketing.

7. Não escreva demais

Não escreva de mais, mas também não escreva de menos. E-mail não é telegrama, mas também não é testamento. As pessoas vivem de forma dinâmica e não querem nem podem perder muito tempo. Seja breve, sucinto, sem ser seco ou superficial. Use palavras de impacto, mas cuidado, adjetivos demais tornam o texto falso e cansativo. Faça em média 300 palavras – e não esqueça de terminar com uma chamada para o site da sua imobiliária.

Seguindo essas dicas você terá um retorno muito maior da sua estratégia de e-mail marketing e consolidará ainda mais a marca da sua imobiliária no mercado.

Quer saber mais sobre marketing digital? Baixe gratuitamente nosso e-book O guia definitivo de Marketing Digital para corretores de imóveis e aprimore sua estratégia.

 

Deixe o seu comentário!

Comentários

Patrícia Alves

Customer Success - Trabalha para que o cliente utilize o produto ou serviço da maneira correta para alcançar seus objetivos, focando no, como o nome já diz, sucesso do seu cliente.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE